Olá você do lado dai!

Sou a Luciana, mas pode chamar de Lu, artista de hand lettering, blogueira, ilustradora, designer e artesã, viciada em pinterest, café, chá de maça, Harry Potter e BTS. Tem uns textos meus por ai desde 2010.

Leia Também

moça, você não é poesia

Quem foi que disse? Cada parte de mim, é uma rima sem fim. Me escrevi nas entrelinhas alheias a fim de me fazer conhecida nem que seja pelas palavras mal escritas. Tornei-me poesia logo cedo para ser mais precisa desde que nasci, não nasci poeta, me fiz poeta e me criei assim em cada suspiro, cada vento era o suficiente para inspiração de uma rima descabível, para uma prosa sem lógica. Há quem me chame de lunática e não lhes tiro a razão afinal tenho planetas no lugar de cérebro e constelações no estômago, isso é ser poesia menina.

Minhas rimas são incongruentes assim como meus pensamentos que não passam de meros instantes, lapsos de lucidez sensata de alguém que querem que eu seja, mas que jamais serei. Perder-me em pensamentos surreais e imaginar-me a lutar com seres sobrenaturais é o que me mantém viva nessa sociedade caótica que construímos ao longo da evolução, então, não venha me julgar por buscar uma forma de escapar da opressão e do vitimismo, porque cá entre nós eles estão espalhados por todos os lados nos encurralando como se estivéssemos em um apocalipse zumbi.

Essa sou eu sendo o que escolhi ser, você pode me chamar de sozinha, de antissocial que sinceramente já não me importo, pois para mim, escolhi ser poesia, ser rima, ser sentimento mesmo que apenas para mim. Por fora maresia, mas por dentro tempestade é o que sou em alguns dias, há coisa mais poética que a chuva? Creio que não. Posso ter meus rompantes de vez enquanto afinal todo balde transborda uma hora e comigo não poderia ser diferente. Poesia é o que sou. Poesia é o que me tornei. Sou como um furacão às vezes, carrego sempre no peito uma tempestade poética e não me envergonho disso. Pessoas vem e vão como as estrelas. Uma hora tudo e todos tem seu fim.

Então apenas ignore aquele que lhe diz o que não és e o que não podes ser, tu és livre para ser quem quiser então seja poesia, seja canção, seja pintura, seja mar, seja furacão, seja planeta, seja constelação, seja apenas quem você quiser.

Comentários

  1. Que coisa linda, gostei demais dessa menina-poesia. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá anjo, obrigada, fico feliz demais que tenha gostado <3

      Excluir

Postar um comentário

Se quiser saber qual foi minha resposta ao seu comentário clique em "notifique-me", assim podemos conversar conversar melhor ♡

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *